6 de mai de 2008

Mestre Pastinha I

Vicente Ferreira Pastinha (Mestre Pastinha) Conservador da capoeira Angola

“Capoeira é mandinga, é manha, é malícia......Capoeira é tudo que a boca come...”Mestre PastinhaA Capoeira Angola é um dos traços mais nítidos da influência africana nas tradições folclóricas brasileiras, onde ainda hoje, muitos autores discutem se a sua origem é realmente brasileira ou africana.Dentro da Capoeira Angola, podemos dar destaque a alguns mestres que fizeram escola nesta arte. Entre eles podemos citar os Mestres Pastinha, Waldemar da Liberdade, Canjiquinha, Traíra, Caiçara, Cobrinha Verde, Daniel Noronha, Totonho de Maré e muitos que completariam uma lista imensa, além dos que foram marcados pelo esquecimento.Porém, dentre todos estes, Mestre Pastinha foi quem teve um maior destaque e, assim como mestre Bimba, fez com a sua Regional, desenvolveu alguns elementos didáticos e simbólicos para a Capoeira Angola.Vicente Ferreira Pastinha foi o Mestre do Centro Esportivo de Capoeira Angola, fundado em 1942, de onde surgiram grandes nomes da capoeira como os Mestres João Grande e João Pequeno. Os dois são a maior referência da Capoeira Angola nos dias atuais, sendo Mestre João Pequeno, o mestre mais velho em atividade no país.Mestre Pastinha nasceu em 05 de Abril de 1889, escreveu seu livro “Capoeira Angola” em 1964 e em 1966 foi o representante do Brasil no 1º Festival de Artes Negras em Dakar, na África. O governo baiano, através da Fundação do Patrimônio, o despejou de sua academia em 1973, deixando-o na miséria. Veio a falecer em 13 de Novembro de 1981.Grupo de Capoeira Cordão de OuroContra Mestre Boca Rica"Quando eu morrer, me enterre na Lapinha... ...Calça culote, paletó, almofadinha......Adeus Bahia, zum,zum, zum, Cordão de Ouro..."Baden Powell

Nenhum comentário: